instalando o kohana framework 3

muito fácil! a título de informação, vou considerar que você está em um servidor de desenvolvimento.

vamos informar primeiro os pré-requisitos do kohana3:

  • versão do php 5.2+ (evite usar versões como a 5.1.6 ou inferiores)
  • extensões do php: curl, gd2, mcrypt e pdo (opcionais)
  • servidor web com permissão de escrita em algumas pastas (somente se desejar capacidades de logging e/ou cache)

vale dizer que estou usando aqui o servidor apache 2.2.16 disponibilizado pelo pessoal do apachelounge.com (httpd-2.2.16-win32-x86-ssl).

primeiro, baixe o último release estável, disponível aqui. enquanto escrevo este tutorial, a última versão estável é a 3.0.8, codinome “großen jäger” (“grande caçador”). após baixar o arquivo kohana-3.0.8.zip, extraia o seu conteúdo (uma pasta de nome “kohana”) no diretório das páginas do seu servidor web*. este tutorial foi feito numa plataforma windows; podem ocorrer algumas diferenças se você usa linux ou outras plataformas e ao final, há algumas notas que o usuário linux deve ler.

*no windows, é o htdocs; no linux depende da sua distribuição, mas frequentemente é /var/www/html ou similar.

inicie seu servidor web, se já não o tiver feito, e navegue até a página http://localhost/kohana (este endereço pode mudar a depender da confirmação do seu servidor web). no windows, o arquivo de configuração padrão (php.ini-development) do php utilizado (5.3.3 VC6) para windows foi suficiente para garantir o funcionamento básico do framework.

instalação básica do kohana framework ok

você deve ter observado algumas coisas estranhas nisso aí, vamos dar uma explicada. entretanto, não se desespere se você não entender algumas coisas!

  • PHP Version: é a versão do seu php;
  • System Directory: o diretório do núcleo do kohana.
  • Application Directory: o diretório da aplicação que, no caso, é uma aplicação de exemplo do kohana.
  • Cache Directory e Logs Directory: diretório de cache e de logs, respectivamente. tal diretório deve ter permissão de escrita por parte do usuário que executa o servidor web. em ambientes windows, devido à forma como ele lida com usuários e permissões de pastas, não é necessário se preocupar com isso. usuários linux, entretanto, devem dar permissão de escrita às pastas que aparecem. é possível modificar essas pastas, mas não lidaremos com isso neste tutorial.
  • PCRE UTF-8:  PCRE significa Perl Compatible Regular Expressions. o PCRE UTF-8 é um recurso do php fornece suporte a expressões regulares para strings no charset utf-8, que podem possuir caracteres multibyte.
  • SPL: é a Standard PHP Library, ou biblioteca padrão php, uma biblioteca de objetos pré-definida. veja mais informações aqui.
  • Reflection: é um recurso que algumas linguagens orientadas a objetos possuem, que dá à linguagem capacidade de manipular objetos e métodos desses objetos de forma dinâmica. veja um exemplo aqui. tal característica é amplamente utilizada por frameworks php.
  • Filters: recurso do php para lidar com validação e sanitização de entradas. veja mais informações aqui.
  • Iconv Extension: lida com conversão de strings entre charsets. veja mais informações aqui.
  • CTYPE Extension: lida com reconhecimento de strings em determinados locales. veja mais informações aqui.
  • URI Determination: lida com a possibilidade do framework ser capaz de identificar uma rota que está sendo executado através da url acessada, dentre outras informações.

o funcionamento básico do framework já está garantido, mas alguns recursos podem não funcionar, como banco de dados pdo ou alguma coisa do framework que utilize acesso a urls externas. como eu ainda não habilitei as extensões, nos testes opcionais, foram exibidos alguns erros.

alertas de algumas extensões do php desabilitadas

para habilitar essas extensões do php no windows que estão faltando, é necessário primeiro configurar o “extension_dir” no php.ini apropriadamente. o próprio php.ini já traz uma sugestão que pode ser suficiente, mas eu prefiro colocar o endereço completo do diretório. depois, ainda no php.ini, descomente as linhas que contêm os seguintes textos:

  • extension=php_curl.dll (para o php 5.2+)
  • extension=php_gd2.dll
  • extension=php_mcrypt.dll (para o php 5.2+)
  • extension=php_pdo.dll

tais extensões têm usos específicos:

  • curl: fornece suporte a acesso a servidores externos, suportando vários protocolos e com vários recursos, tais como download/upload ftp, dentre outros. maiores informações aqui.
  • gd: fornece suporte a criação e a algum tratamento de imagens. maiores informações aqui.
  • mcrypt: fornece suporte a algoritmos de criptografia. maiores informações aqui.
  • pdo: sigla de PHP Data Objects. fornece suporte bancos múltiplos SGBDs. o php possui duas formas básicas de acesso a banco: uma é através de funções específicas (a exemplo, mysql_connect para conectar a bancos mysql e psgql_connect para conectar a bancos postgresql) e a outra é usando pdo. através do pdo, você usa um conjunto de objetos e funções comum e um driver de banco específico. maiores informações aqui.

reinicie o servidor e recarregue a página http://localhost/kohana. deverá ser exibida uma página parecida com a imagem abaixo.

instalação do kohana 3 concluída

se você usa linux, alguns pontos merecem destaque:

  • as extensões do php devem ser acionadas preferencialmente usando o gerenciador de pacotes da sua distribuição
  • pode ser necessário dar permissão de escrita explicitamente às pastas de cache e logs. para isso, execute um
    $ chmod 755 cache logs

    assumindo que você está no diretório que contém as pastas “cache” e “logs”.

e pronto! em breve, faremos um pequeno tutorial hello world. fique ligado!


3 Comentários on “instalando o kohana framework 3”

  1. Bacana, seria interessante mostrar o estrutura dos arquivos que geralmente complica.

  2. […] pessoal da interwebs! se você acompanhou o post anterior sobre o kohana (este aqui), viu que eu prometi um hello world no kohana.basicamente, o próprio kohana já tem uma […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s