A vida é uma linha tênue de acontecimentos

Não me lembro bem quando… o ano foi 2004, mas o mês, foi de julho a setembro… quase dois anos exatos… Foi a partir daí que minha vida começou a mudar completamente.  

Pretendia fazer vestibular pra Ciência da Computação. E fiz uma vez, em 2003. Mas estava um pouco desorientado, não sabia o que esperar do curso se eu passasse, e não passei. Uns amigos me aconselharam a fazer o curso de Informática da Escola Técnica Federal de Sergipe. Foi aí que a coisa começou, julho de 2004, mais ou menos.

Comecei o curso, legal, achei muito interessante, muito mesmo. Conheci um povo do qual nunca mais vou me esquecer. Grandes amigos. E tem um cara em epsecial: o Rui. O Rui é daqueles caras que se desdobram em três pra ajudar alguém, arranja força não se sabe de onde, só pra te dar uma força.

Ah, sim, depois que entrei pra Escola Técnica, perdi outro vestibular.

Não sei bem, mas acontece que em um conjunto de várias pessoas, algumas delas em particular parecem ter um magnetismo mais forte. Foi o que aconteceu comigo e com Rui. Nossa amizade só se intensificou ainda mais quando ele me chamou pra fazer o cursinho que ele tinha feito, muito bom. Graças à sua indicação, não paguei nada pelo ótimo cursinho. Ele também tinha feito pra Ciência da Computação e tinha perdido duas vezes, assim como eu. E tinha entrado pra Escola Técnica no curso de Informática, assim como eu. E agora, estávamos estudando no mesmo cursinho. Abril de 2005, eu acho.

Aí ele me comunicou de uma oferta de estágio pra uma empresa pública daqui de Aracaju. Poxa, isso foi muito legal da parte dele, ele sabia que eu era um “concorrente”, mas ainda assim me chamou pra ir com ele entregar os currículos. Éramos agora estagiários da mesma empresa. Devo salientar, o cursinho era pela tarde. E só havia uma vaga pela manhã, vaga essa que eu fiquei, não por minha escolha, mas por escolha dele. Não pense, Rui, que eu esqueci do esforço que você fez pra estudar pela manhã e trabalhar pela tarde – eu não esqueci. Nunca te agradeci por isso; perdoe-me e aceite meu muito obrigado. Depois, uma vaga matutina foi aberta e ele entrou.

Tá anotando?
Estagiários pela manhã.
Vestibulandos pela tarde.
Estudantes técnicos pela noite.
Tudo igual.

Junho de 2005. Algumas pessoas da nossa sala decidiram que seria uma boa fazer vestibular em Feira de Santana também. Eu tava nesse meio, fiz a inscrição.

Terminamos o ano, fizemos vestibular, passamos. Éramos agora, Rui e eu, dois carecas aprovados pela Universidade Federal de Sergipe. Mas ainda tinha o vestibular de Feira de Santana. O burburinho que foi fomentado na nossa sala rendeu somente 5 inscritos nesse vestibular – ainda assim fomos. Era um pouco caro ir pela excursão que o cursinho organizou, mas ainda sim era a melhor alternativa. Eu só pude pagar por ter, agora, um emprego. Eu e Rui – clima de festa – estávamos despreocupados. Infelizmente Rui não foi aprovado, infelizmente eu fui o único. Duas moças e um rapaz que estavam conosco estão cursando pré-vestibular de novo, tenho fé neles.

Optei por fazer o curso de Feira de Santana, Engenharia da Computação.

Por motivos adversos, Rui não pôde continuar o curso técnico (mas vai continuar a partir de 09/2006). Neste mesmo mês de setembro, eu estarei partindo pra Feira de Santana, deixando o meu amigo mais íntimo, o cara que chegou a conviver comigo das 7 às 22:30 todo dia aqui em Aracaju. Mas gostaria de deixar bem claro: Rui, sou imensamente grato a tudo isso que você tem feito por mim. Nunca vou te esquecer, camarada. Algumas pessoas podem te achar um cara com uma carapaça dura, mas seu interior é belo e suave. Eu sou testemunha. Cara, quero que você seja muito feliz. E espero um dia poder te retribuir.


4 Comentários on “A vida é uma linha tênue de acontecimentos”

  1. maria disse:

    Mô..devemos tanto a amigos, sinto que não retribui nem um pouquinho o quanto Su e Nick me deram, o quanto se doaram a mim. Sinto cada vez o quanto poderia ser melhor, o quanto poderia tentar amá-las ainda mais do que as amo. Elas me consolaram, destaparam meus olhos, receberam negativas de minha parte e me abraçaram na força de suas coragens em me trazer de volta a realidade. Eu apenas ia, mas não entendia muito bem o que estava fazendo ou se deveria estar mais feliz por ter mudado ou se deveria mudar ou se deveria ir com elas. Eu dexei minhas dúvidas me impedirem de amá-las o que elas mereciam. Eu que esbravejei tanto contra pessoas que deveriam tentar antes que se arrependessem, vi-me ultrapassada pelo tempo ontem, quando li uma carta de Nick e outra de Su..Eu fiz tanto Nick sofrer, eu o fiz conscientemente, na minha sã e azeda consciência, eu preciso dizer isso a ela, eu preciso fazê-la saber o quanto eu já sei que faltei com ela..Isso me dói tanto, elas foram (sabe?) minha outra parte. VOcê não me ama, vc ama parte de Su, parte de Nick e parte de uma maria que vem tentando achar os remos de sua vida tão confusa internamente..

  2. Rui disse:

    Pois é cara! 2 anos já, em qualquer outra situação isso daria casamento… hauehuahuaheuah. Espero estar sempre junto e à disposição, vá caro amigo, continue evoluindo como sempre. Não é por acaso que nos conhecemos. Quando te vi no primeiro dia de aula do CEFET, boné preto, cara de marginal (olheras de internauta) nunca poderia imaginar que, de um jeito ou de outro, você se tornaria um dentre poucos dos quais eu chamo de IRMÃO.Cara, a história foi curta. Mas apenas esta temporada terminou (lembra do LOST?). Vá caro amigo, construa o seu futuro, e quem sabe numa outra temporada nos encontraremos denovo. Sem viadagem, sem duplo sentido:TE AMO AMIGO! OBRIGADO POR TUDO!Peço desculpas pelas minhas atitudes, por vezes grosseiras, duras e não afetivas. Obrigado pela atenção!

  3. Angeilton disse:

    Como posso dizer…Anderson sempre teve o dom de conquistar amigos. Ele tem varios amigos que sempre se preoculpam em saber como ele esta e tentar ajudar.Um desses sem duvida é o Rui, amigo de Anderson que vim conhesser atraves do proprio. Anderson so tem que agradecer em ter amigos assim… como vc mesmo disse. das 7hs da manha ate as 23hs da noite vcs estavao lado a lado. Essa amizade de vcs so tem a crescer e com certeza nao é a distancia que vai distanicar vcs , pois , grandes amigos numca estao longe um do outro!Sou testemunha viva de dizer isso… Anderson… acredite…. Tu tem um grande amigo em Aracaju e ele nem precisa dizer que: para qualquer coisa que vc precise, vc sabe que ele estara disposto a te ajudar!Vc numca deve ter encontrado o destino… mais fale a Rui que caso ele encontre mande ele agradecer por ter colocado ele no seu caminho.Anderson meu caro primo… nao posso dizer nada de sua amada Maria. Pois se tem alguem que vc quer que eu nao conhessa ela … esse alguem sou eu!Desde ja quero te desejar boa sorte em Feira de Santana!Teu Primo… pois nao existe nda na vida que faca vc tirar o mesmo sangue que corre da nossa familia nas veia… entao… como sempre vou ser teu Primo… de te deixo um imenso abraço!Teu primo mais broco!Angeilton

  4. caco. kara. te conheço a pouco tempo velho. 1 ano e alguns meses certo? e assim eu te digo meu velho q esse tempo foi o suficiente pra eu te considerar meu irmao. kara eu num preciso nem dizer q vc, rui e diego sao meus melhores amigos kara. meus irmaos. e me pesa muito o coração em saber q vc vai se mudar pra outra cidade, mas ao mesmo tempo me conforta em saber q vc está indo ser feliz com a garota q vc ama e para estudar o q vc gosta kara. nossa amizade permanecerá através das nossas gerações meu velho. e sempre q precisar de algo vc sabe q tem a mim como um amigo q pode contar ok?.. grande abraço e boa sorte na sua jornada meu caro.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s