Hubris

Essa é a primeira postagem do meu primeiro blog. Aliás, único blog. Não tenho a pretensão de fazer outros, pois gosto de guardar quinquilharias, não importa a idade muito menos a (in)utilidade; de repente, meu blog se torna um lixão digital (talvez mais fedido do que importavelmente grande). Não sei o que escrever. Os poucos blogs que vejo por aí (muito bem feitos, aliás), oferecem uma quase literatura boa, barata, rápida e facilmente digerida. Ou então uma montagem muito bem feita (ou nem tanto) em um Photoshop® do qual não disponho. Apesar disso, estou orgulhoso e temo a Nemesis após esta Hubris: que os deuses sejam camaradas com este pobre internauta mortal ousado. O que tenho a oferecer além do fácil e volátil humor da internet? Experiência profissional em nada e uma “rica” biografia de 20 anos? 

Que este seja o começo de uma caminhada traçada a cada dia, que não sabe para onde vai, nem por onde, mas que quer ir. Assim como é a vida e como tudo que é vivo. E que um dia está fadado à morte, mas que nem por isso deixa de tentar ser intenso.

 



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s